Meningites: volta às aulas, maior contato entre as crianças e a importância de tomar vacinas

Powered by Rock Convert

As vacinas são aliadas importantíssimas da saúde. Elas previnem doenças, alavancam a imunidade e reduzem o risco de surtos. E quando consideramos uma doença perigosa como a meningite, a imunização é ainda mais bem-vinda. No período de volta às aulas, a preocupação com surtos de meningite é um assunto que vem à tona. Neste artigo, entenda como a imunização pode evitar surtos de meningite em Santa Catarina.

Antes de tudo: conheça um pouco mais sobre as meningites

Como ponto de partida, nada melhor do que entender o que são as meningites.

A meningite é uma doença grave que se caracteriza pela inflamação das meninges. Essenciais para o organismo, as meninges são membranas que protegem o sistema nervoso – incluindo estruturas como o cérebro e a medula espinal.

Quando uma pessoa é infectada por microrganismos que causam meningites, o cérebro e a medula espinal ficam com as suas membranas inflamadas. Todos sabemos que o cérebro é o órgão mais importante de todo o organismo. Por isso, infelizmente, muitos dos casos de meningite progridem para quadros graves – incluindo o óbito ou o desenvolvimento de sequelas irreversíveis.

| Por sorte, os avanços da medicina moderna já permitem que as pessoas se imunizem contra a meningite.

Para isso, é possível tomar vacinas e prevenir o desenvolvimento de tais casos. Como a meningite é uma patologia que progride muito rápido, a vacinação ainda é a melhor maneira de ficar saudável e bem protegido.

Subtipos de meningite

Embora a meningite possa ter variadas causas, é comum que muitas infecções se deem por bactérias ou vírus.

A meningite bacteriana pode ser ocasionada por 3 diferentes microrganismos:

  • Meningococo – Neisseria meningitidis;
  • Pneumococo;
  • E a bactéria Haemophilus Influenza do tipo B.

Ainda, as bactérias podem apresentar vários subtipos. Os principais deles são: o A, B, C, Y e W. Nos últimos anos, o estado de Santa Catarina mostrou um grande predomínio de contaminações pelo subtipo C ou W – o que traz ainda mais preocupações com a doença.

Dentre todos os sorotipos preocupantes, somente o subtipo C apresenta vacinação gratuita pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Os demais precisam ser garantidos através de uma clínica particular de imunização – assim como a Proteger Vacinas em Floripa.

A problemática das meningites e a sua relação em escolas

Todos os anos, existe a ocorrência de casos de meningite. Em Santa Catarina, vários surtos já se tornaram preocupantes em todo o estado. Infelizmente, muitos relatos indicam que o surto pode ter início em colégios. Isso ocorre pelo maior risco de contágio e a grande proximidade entre crianças e adolescentes.

Com isso, surge a necessidade de vacinar as crianças contra esta patologia. Logo a seguir, entenda como a vacina da meningite em Florianópolis pode ajudar a prevenir surtos na época de retorno das aulas.

Volta às aulas e a necessidade de deixar as vacinas em dia

O ponto chave da vacinação na volta às aulas é evitar possíveis surtos – principalmente de doenças perigosas, como as meningites. Nas escolas, as crianças e adolescentes não possuem noção de isolamento social. E por ficarem frequentemente juntos, o local se torna propício para que se espalhem doenças.

Vacina Gripe 2021Powered by Rock Convert

Não é à toa que o Senado brasileiro já apresentou uma proposta de lei bastante interessante. Segundo a pauta em questão, os colégios podem requerer que a carteirinha de vacinação esteja em dia – no momento da rematrícula.

Certamente, nenhuma criança perderá o direito ao estudo caso não tenha alguma vacina. Mas o governo dará um prazo para que a criança seja vacinada para todas aquelas vacinas que ela precisa. O objetivo é estimular a saúde neste local que pode ser tão propício – sobretudo para as meningites.

Quais vacinas podem ser interessantes no período de volta às aulas?

Todas as vacinas possuem a sua relevância, claro. Mas sabemos que algumas delas apresentam maior relação com as meningites nas escolas – e merecem atenção durante o retorno das aulas. Quer conferir as principais vacinas que podem prevenir as inflamações nas meningites? É só seguir a leitura! Nos próximos tópicos, saiba quais vacinas são indicadas para a volta às aulas:

Meningo B

Como o próprio nome já sugere, a vacina meningo B está altamente relacionada com a meningite. Responsável por prevenir doenças causadas pelo Meningococo do tipo B, esta vacina é importantíssima.

Isso porque, segundo estimativas, até 20% dos pacientes morrem ao entrar em contato com tal bactéria. Apesar disso, não é possível encontrá-la na rede pública – requerendo a necessidade de visita a uma clínica de imunização especializada como a Proteger Vacinas.

Pneumo 13

Capaz de reduzir o risco de contrair doenças pneumocócicas, a pneumo 13 pode ser outra vacina aliada no retorno dos colégios. Além da meningite, ela previne outros quadros perigosos, como a pneumonia, otite, sinusite, septicemia, dentre outros.

Estima-se que a imunização pneumo 13 possa apresentar até 90% de eficácia para combater estes organismos. Isso significa que ela é totalmente bem-vinda para evitar ao menos 13 sorotipos que causam doenças como a meningite.

Quer entender melhor sobre a vacina pneumo 13 e pneumo 23? Acompanhe o post especial que preparamos!

Vacina ACWY

Nem todos fazem ideia, mas a vacina ACWY pode ser uma excelente opção para deixar o organismo saudável e bem protegido. Visto que a imunização age contra os meningococos dos subtipos A, C, W e Y.

Mesmo em tempos de pandemia, é essencial manter a carteirinha de vacinação em dia – sobretudo com o retorno das aulas presenciais ou híbridas. Caso queira cumprir com o lema #fiqueemcasa, solicite o atendimento domiciliar da Proteger Vacinas.

– Saiba mais sobre o Vacina VIP Home: Atendimento Domiciliar para Vacinas na Grande Florianópolis.

Realize o seu orçamento diretamente pelo WhatsApp

Nada melhor do que fazer um orçamento de vacinas sem precisar sair de casa! Para isso, basta entrar em contato conosco pelo telefone (48) 99101-5274 ou iniciar uma conversa direta por este link.

A Clínica de Imunização da Proteger Vacinas atende há mais de 10 anos – com um serviço humanizado e de altíssima qualidade. Visite-nos em nossas unidades em Palhoça, Capoeiras e Florianópolis. A sua família merece este cuidado!

Powered by Rock Convert

Você pode gostar

A importância das vacinas Pneumo 13 e Pneumo 23

Vacina HPV: quem deve tomar e para que serve?

A importância da amamentação e a relação com outras vacinas

Vacina Meningocócica ACWY: o que é e quem deve tomar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *