Entenda a mutação do vírus da Gripe

O vírus Influenza, que causa a Gripe, tem como sua principal estratégia de sobrevivência a mutação.

Ele sofre transformações constantes que alteram o formato das proteínas. Com isso, os anticorpos fabricados contra as proteínas virais de uma epidemia, não serão mais eficazes para nos defender na próxima temporada.

Por isso, todos os anos, os pesquisadores da Organização Mundial da Saúde (OMS) testam múltiplas amostras do vírus colhidas de pacientes em diversas partes do mundo para saber que anticorpos conseguem neutralizá-las. Os resultados são cruciais na preparação da vacina para a nova temporada.

A cada ano a vacina é atualizada para deixar a proteção mais completa. Este ano, por exemplo, as vacinas trivalente e quadrivalente ganharam uma nova cepa A/H3N2 (Singapore), que substituiu a A/H3N2 (Hong Kong), usada no ano passado.

Por essa razão, é imprescindível que todas as pessoas, a partir dos 06 meses de vida, atualizem a vacina contra a Gripe anualmente para evitar riscos.

Vale lembrar que dos três tipos de vírus da gripe que circulam atualmente no Brasil, o que afeta o maior número de pessoas é o influenza A (H1N1 e H3N2), que começou a viajar pelo mundo em 1968.

Com a chegada do tempo frio, o vírus da Gripe se espalha com maior facilidade, aumentando os riscos de contração da doença. Por isso, não perca tempo! Vacine-se e aproveite o friozinho do inverno com mais tranquilidade e saúde!

 

 

Você pode gostar

Vacina da Gripe pode proteger doenças cardíacas

Vacina da Gripe – O que você precisa saber?

Febre amarela – é real, perigosa e urgente.

Quais os benefícios da vacina pentavalente?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *