Dicas sobre imunização, saiba quando devemos ser vacinados

Engana-se quem pensa que somente criança precisa ser vacinada contra doenças. É claro que as doses são mais frequentes na infância, especialmente no primeiro ano de vida, mas o Calendário Nacional de Vacinação instituído pelo Ministério da Saúde prevê imunizações desde o nascimento até terceira idade (acima de 60 anos).

Ao todo, são disponibilizadas na rede pública de saúde 19 vacinas para mais de 20 doenças, mas vale destacar que existem outras imunizações importantes disponíveis apenas na rede particular, entre elas as doses contra vários tipos de meningites.

Veja abaixo porque é importante estar protegido contra doenças infectocontagiosas e quais as vacinas devemos tomar ao longo da vida.

Porque as vacinas são importantes?

As vacinas são importantes para que a população não adoeça de enfermidades relativamente simples, como a catapora, e também graves, como meningite e a paralisia infantil. É preciso estar atento, pois cada imunização tem seu período certo para ser feita, algumas delas, inclusive, em mais de uma dose.

Uma população devidamente vacinada impede que a doença se manifeste novamente, conseguindo sua erradicação, ou seja, sem o registro de novos casos, por isso trata-se de uma questão de saúde pública que precisa ser levada a sério e respeitada.

Doses disponíveis na rede pública de saúde

De acordo com o Ministério da Saúde (http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/vacinacao/vacine-se), estão disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do País as seguintes doses:

Vacinas para Crianças
Ao nascer

BCG (Bacilo Calmette-Guerin) – (previne as formas graves de tuberculose, principalmente miliar e meníngea) – dose única – dose ao nascer

Hepatite B–(previne contra hepatite B) – dose ao nascer

 

2 meses

Penta (previne difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e infecções causadas pelo Haemophilus influenzae B) – 1ª dose

Vacina Poliomielite 1, 2 e 3 (inativada) – (VIP) (previne a poliomielite) – 1ª dose

Pneumocócica 10 Valente (conjugada) (previne a pneumonia, otite, meningite pneumocócica e outras doenças causadas pelo Pneumococo) – 1ª dose

Rotavírus humano (previne diarréia por rotavírus) – 1ª dose

 

3 meses

Meningocócica C (conjugada) – (previne Doença invasiva causada pela Neisseria meningitidis do sorogrupo C) – 1ª dose

4 meses

Penta (previne difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e infecções causadas pelo Haemophilus influenzae B) – 2ª dose

Vacina Poliomielite 1, 2 e 3 (inativada) – (VIP)  (previne a poliomielite) – 2ª dose

Pneumocócica 10 Valente (conjugada) (previne pneumonia, otite, meningite pneumocócica e outras doenças causadas pelo Pneumococo) – 2ª dose

Rotavírus humano (previne diarréia por rotavírus) – 2ª dose

5 meses

Meningocócica C (conjugada) (previne doença invasiva causada pela Neisseria meningitidis do sorogrupo C) – 2ª dose

6 meses

Penta (previne difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e infecções causadas pelo Haemophilus influenzae B) – 3ª dose

Vacina Poliomielite 1, 2 e 3 (inativada) – (VIP) – (previne poliomielite) – 3ª dose

9 meses

Febre Amarela – uma dose (previne a febre amarela)

12 meses

Tríplice viral (previne sarampo, caxumba e rubéola) – 1ª dose

Pneumocócica 10 Valente (conjugada) – (previne pneumonia, otite, meningite pneumocócica e outras doenças causadas pelo Pneumococo) – Reforço

Meningocócica C (conjugada) (previne doença invasiva causada pela Neisseria meningitidis do sorogrupo C) – Reforço

15 meses

DTP (previne a difteria, tétano e coqueluche) – 1º reforço

Vacina Poliomielite 1 e 3 (atenuada) (VOP) – (previne poliomielite) – 1º reforço

Hepatite A – dose única

Tetra viral – (previne sarampo, rubéola, caxumba e varicela/catapora) – Uma dose

4 anos

DTP (Previne a difteria, tétano e coqueluche) – 2º reforço

Vacina Poliomielite 1 e 3 (atenuada) (VOP) – (previne poliomielite) – 2º reforço

Varicela atenuada (previne varicela/catapora) – uma dose

Atenção: Crianças de 6 meses a 5 anos (5 anos 11 meses e 29 dias) de idade deverão tomar uma ou duas doses da vacina influenza durante a Campanha Anual de Vacinação da Gripe.

 

Vacinas para Adolescentes

Meninas 9 a 14 anos

HPV (previne o papiloma, vírus humano que causa cânceres e verrugas genitais) – 2 doses (seis meses de intervalo entre as doses)

Meninos 11 a 14 anos

HPV (previne o papiloma, vírus humano que causa cânceres e verrugas genitais) – 2 doses (seis meses de intervalo entre as doses)

11 a 14 anos

Meningocócica C (conjugada) (previne doença invasiva causada por Neisseria meningitidis do sorogrupo C) – Dose única ou reforço (a depender da situação vacinal anterior)

10 a 19 anos

Hepatite B – 3 doses (a depender da situação vacinal anterior)

Febre Amarela – 1 dose (a depender da situação vacinal anterior)

Dupla Adulto (dT) (previne difteria e tétano) – Reforço a cada 10 anos

Tríplice viral (previne sarampo, caxumba e rubéola) – 2 doses (de acordo com a situação vacinal anterior)

Pneumocócica 23 Valente (previne pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo) – 1 dose (a depender da situação vacinal anterior) – (está indicada para população indígena e grupos-alvo específicos)

Vacinas para Adultos

20 a 59 anos

Hepatite B – 3 doses (a depender da situação vacinal anterior)

Febre Amarela – dose única (a depender da situação vacinal anterior)

Tríplice viral  (previne sarampo, caxumba e rubéola) – Verificar a situação vacinal anterior, se nunca vacinado: receber 2 doses (20 a 29 anos) e 1 dose (30 a 49 anos);

Dupla adulto (dT) (previne difteria e tétano) – Reforço a cada 10 anos

Pneumocócica 23 Valente (previne pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo) – 1 dose (Está indicada para população indígena e grupos-alvo específicos)

 

Vacinas para Idosos

60 anos ou mais

Hepatite B – 3 doses (verificar situação vacinal anterior)

Febre Amarela – dose única (verificar situação vacinal anterior)

Dupla Adulto (dT) – (previne difteria e tétano) – Reforço a cada 10 anos

Pneumocócica 23 Valente (previne pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo) – reforço (a depender da situação vacinal anterior) – A vacina está indicada para população indígena e grupos-alvo específicos, como pessoas com 60 anos e mais não vacinados que vivem acamados e/ou em instituições fechadas.

Influenza – Uma dose (anual)

 

Vacinas para Gestantes

Hepatite B – 3 doses (a depender da situação vacinal anterior)

Dupla Adulto (dT) (previne difteria e tétano) – 3 doses (a depender da situação vacinal anterior)

dTpa  (Tríplice bacteriana acelular do tipo adulto) – (previne difteria, tétano e coqueluche) – Uma dose a cada gestação a partir da 20ª semana de gestação ou no puerpério (até 45 dias após o parto).

Influenza  – Uma dose (anual)

Veja as principais doses disponíveis na rede particular

 

BCG (Bacilo Calmette-Guerin)

Previne as formas graves de tuberculose, principalmente miliar e meníngea) – dose única

Hepatite B

Previne a hepatite B – dose ao nascer

Hexavalente (dTpa + Hib+ VIP+ Hep B)

Protege contra as doenças Difteria, Tétano, Coqueluche, Haemophilus do tipo b, Poliomielite (vacina inativada), Hepatite B.

 

Rotavírus – (Pentavalente)

Protege contra infecções gastrointestinais causadas pelo rotavírus.

Pneumocócica conjugada 13 -valente

Protege contra infecções invasivas causadas por 13 subtipos da bactéria pneumococo que podem ser causa de pneumonia, meningite e otite, entre outras doenças.

Meningite meningocócica B

Protege contra as doenças meningocócicas invasivas (meningite, meningococcemia) causadas pelo meningococo do tipo B.

Meningite meningocócica Acwy

 Protege contra as doenças meningocócicas invasivas (meningite, meningococcemia) causadas pelo meningococos dos tipos A, C, W e Y.

Febre Amarela

Protege contra a febre amarela

Tríplice viral

Previne sarampo, caxumba e rubéola.

Varicela

Protege contra a varicela (catapora).

Gripe Quadrivalente

Protege contra a gripe causada por 4 subtipos do vírus influenza e suas complicações

Pentavalente

Previne difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e infecções causadas pelo Haemophilus influenzae B

Herpes zoster

Protege contra a doença herpes zoster, popularmente conhecida como “cobreiro”, e sua principal complicação, a neuropatia pós-herpética, responsável por dor crônica, prolongada, de difícil controle e extremamente debilitante.

Dengue

Protege contra a doença dengue causada pelos quatro sorotipos do vírus: DENV1, DENV2, DENV3 e DENV4.

Hepatite A + B

Protege contra infecção grave do fígado causada pelo vírus da hepatite A e B

Proteger Vacinas

Todas as vacinas da rede particular e muitas da rede pública você encontra nas clínicas da Proteger Vacinas localizadas em Florianópolis e Palhoça. As unidades estão preparadas para receber você e sua família e garantir que todos estejam protegidos contra doenças.

Entre em contato conosco, agende uma visita e tire todas as suas dúvidas sobre as doses necessárias, idades indicadas, eficácia, possíveis efeitos colaterais e outras informações importantes.

Não se esqueça que a imunização é a forma mais eficaz de preservar nossa saúde!

Você pode gostar

Entenda mais sobre a vacina Meningo B e para quem ela é indicada.

HPV: o que é e por que é importante vacinar o seu filho?

Crianças na quarentena: o que fazer e quais são os cuidados necessários?

Quarentena COVID-19: 5 dicas para cuidar da sua saúde mental

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *