Crianças na quarentena: o que fazer e quais são os cuidados necessários?

Confira dicas para cuidar das crianças de quarentena e evitar problemas como a ansiedade diante do episódio de COVID-19.

Desde que a pandemia de COVID-19 trouxe consigo a necessidade de isolamento social, incluindo o fechamento de escolas, surgiu o grande desafio de manter as crianças em uma rotina saudável estando em casa.

Mas afinal… quais são os cuidados necessários com as crianças durante a quarentena? Confira as dicas para prevenir a ansiedade e manter a saúde dos pequenos em dia.

Dicas para lidar com as crianças na quarentena:

  1. Estabeleça uma rotina

Mesmo estando em casa, é importante que a criança tenha uma rotina e sinta-se ocupada, não ficando 100% do tempo sem ter o que fazer.

Além de fortalecer o aprendizado e a saúde mental, isso impede que os pequenos passem o dia inteiro em frente ao Youtube, TV ou vídeo game.

Para isso, crie uma sequência de horários e indique tarefas a serem feitas a cada momento. É claro que essa ação também contará pontos positivos para a rotina dos pais, deixando o dia a dia mais organizado.

Entender que a quarentena não é férias é um excelente passo para convencer os pequenos de que existem atividades a serem seguidas e cumpridas – como as tarefas da escola, por exemplo.

– 5 Dicas para cuidar da sua saúde mental na Quarentena COVID-19.

 

  1. Instigue a criatividade

Para evitar que as crianças passem o dia todo em frente ao celular ou TV, que tal estimular a criatividade com atividades manuais?

Massinha de modelar, pintura e desenho: quem é que não gosta? Ao fornecer um universo criativo incrível, tais atividades podem fortalecer a criatividade e ajudar a manter os pequenos entretidos na quarentena.

Buscar ideias na internet também pode ajudar. Inove com o seu filho e sugira brincadeiras diferenciadas, melhorando ainda mais o relacionamento com ele.

 

  1. Escolha brinquedos que podem ser utilizados sozinhos

Em alguns momentos, os pais precisam se concentrar no trabalho e não poderão dedicar completa atenção para a criança.

Nessas horas, nada melhor do que selecionar brinquedos que possam ser utilizados sozinhos – e que estimulam a imaginação e a criatividade.

Uma ótima ideia é contar com o bom e velho Lego: de acordo com a faixa etária da brincadeira, envolvem tempo, dedicação e raciocínio lógico (trazendo inúmeras vantagens).

Os desafios de quebra-cabeça também podem ser excelentes aliados. Aproveite!

– Mantenha-se informado sobre a quarentena e o COVID-19.

 

  1. Ensine de forma divertida

Por que não aproveitar a quarentena COVID-19 e o isolamento social para ensinar novas habilidades ao seu filho?Jardinagem, culinária e até mesmo brincadeiras como jogo de tabuleiro podem ser bem-vindas.

Além de entreterem as crianças, com certeza podem ser uma ótima maneira de ensinar com diversão, trazendo o aprendizado na prática.

 

  1. Defina tarefas domésticas

Que tal tentar extrair ao menos um ponto positivo com o isolamento social? Na hora de propor uma rotina para o pequeno, inclua deveres e tarefas domésticas.

Criar responsabilidades desde cedo é muito importante. E se isso ainda não está bem claro para o pequeno, talvez seja uma boa hora para colocar em prática.

Juntar os brinquedos, organizar o guarda-roupas e alimentar o bichinho: por que não ensinar a ter responsabilidades com o seu lar?

Sem exageros, é possível instigar a responsabilidade de forma saudável, deixando a ansiedade ainda mais longe!

Como a quarentena e o isolamento social afetam as crianças?

Não podemos subestimar os pequenos! Apesar de não terem o mesmo raciocínio e amadurecimento que os adultos, eles sabem que as coisas não estão funcionando como habitualmente.

Além de não irem para a escola, percebem que o ambiente está tenso e cheio de incertezas. Portanto, é altamente recomendado explicar para eles o que está acontecendo.

É claro que notícias tóxicas sobre o COVID-19 não serão bem-vindas, mas procure usar uma linguagem acessível e dinâmica para mantê-los informados.

Que tal explicar de forma lúdica sobre o “monstrinho” que está atacando o mundo? E que para matá-lo precisamos manter as mãos bem limpinhas?

Fale sobre o isolamento social e conte que demorará um tempinho para o pequeno ver seus amiguinhos novamente e retornar para a escola.

É muito melhor que eles se mantenham informados do que simplesmente fiquem estressados e assustados com a situação. Busque maneiras de ter uma comunicação efetiva para deixar a criança mais calma. Com certeza será saudável para seu filho!

É preciso auxiliar apenas com as tarefas escolares?

E engana-se quem pensa que o auxílio deve ser feito apenas nas tarefas da escola.

O emocional das crianças precisa estar em constante observação, evitando problemas como depressão e ansiedade venham à tona. Por isso, manter a mente e a rotina ocupada é altamente indicado para prevenir complicações.

Também é importante que a imunidade esteja bem forte, estimulada por meio de uma boa alimentação e uma rotina saudável.

Para ajudar a manter a saúde e a imunidade ainda mais em dia, uma boa dica é vacinar seu filho contra a gripe. Além de mantê-lo protegido durante todo o inverno, essa ação alavanca a imunidade e pode trazer muitos benefícios. Confira todas as vantagens aqui. 

Outros cuidados na quarentena de COVID-19

  • Mantenha a casa bem limpa e tenha cuidados especiais com o vírus;
  • Instigue brincadeiras saudáveis e criativas;
  • Cuide da saúde emocional;
  • Tenha uma boa alimentação a procure consumir ingredientes naturais sempre que puder;
  • Estimule a prática de atividades físicas mesmo que seja dentro de casa;
  • Proteja-se contra a gripe e outras doenças infecciosas. Vacine-se com a gente! Isso irá ajudar a manter o sistema imune forte e saudável.

Não se isole!

Apesar da época ser de isolamento social, não é hora para se distanciar dos entes queridos.

Por que não promover encontros e distribuir abraços e beijos virtuais? Manter o social é igualmente importante tanto para o adulto quanto para as crianças.

Marque conversas com os familiares mais chegados e se mantenham unidos em meio a esse cenário difícil. Para os pequenos, até algumas chamadas de vídeos com os amiguinhos podem ajudar. Use a tecnologia a seu favor. Juntos, passaremos mais rápido por esse período!

Você pode gostar

Entenda mais sobre a vacina Meningo B e para quem ela é indicada.

HPV: o que é e por que é importante vacinar o seu filho?

Quarentena COVID-19: 5 dicas para cuidar da sua saúde mental

Coronavírus: quais cuidados são necessários dentro de casa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *